• Histórias Estranhas
  • A Quarta Dimensão
  • Adolpho Werneck - Vida e Obra
  • Arquivos de Guerra

28 de julho de 2011

Revista Contexto

[contexto]


Contexto, a revista do Ministério Público do Paraná, traz matérias de interesse social, político e jurídico relevantes para a atuação do órgão, além de explorar as dinâmicas internas da instituição. 

A [contexto] também reservou um espaço para a cultura, através de uma seção na contra-capa intitulada "Eu indico", em que um integrante indica obras de literatura e cinema que tiveram influência sobre sua vida.

Fui convidado para fazer as indicações do segundo número da revista. Apesar dos exemplares impressos terem sido distribuídos apenas internamente, as edições podem ser lidas na íntegra em formato .PDF na página do Ministério Público do Paraná.

Confira!

20 de julho de 2011

Atualizações

Constante (quase diária!) atualização no blog de meu bisavô: http://adolphowerneck.blogspot.com, além de ter atualizado também o verbete na Wikipédia sobre ele, não só as informações como também a fotografia.

Também inseri o botão "Curtir" do Facebook na página, logo ali à direita, abaixo de minha foto e dos botões de redes sociais. Clique nele para incluir a Facebook Page de meu blog em seus interesses, não apenas com o link com nome e descrição, mas também (depois de uma árdua luta com a programação do Open Graphics do Facebook) a imagem correta, contendo meu monograma.

O código que funcionou pode ser encontrado aqui.

11 de julho de 2011

Um estranho encontro...

Após "A Quarta Dimensão", voltei-me para o projeto seguinte, ao qual já vinha me dedicando: uma pesquisa extensa sobre a vida e obra de meu bisavô, Adolpho Jansen Werneck de Capistrano. O objetivo era a princípio um livro contendo o máximo que pudesse recolher de sua obra, constasse de publicação própria ou de periódico.

Qual não foi minha surpresa ao me deparar com ele próprio, meu bisavô, aguardando-me quando chegava em casa à noite. Posso dizer que minha reação foi bastante... entusiasmada, mesmo não tendo-o reconhecido de imediato. Ele próprio admitiu que estar morto desde 1932 não fez muito bem para sua aparência, e pediu desculpas pela impossibilidade de apresentar-se com chapéu, bengala e bigode.

Atenuada a emoção (sobrepujante, diga-se de passagem) do encontro, passamos às devidas apresentações, em seguida cabendo a mim não apenas informar-lhe do andamento de minhas pesquisas, como também esclarecer alguns pontos sobre as mudanças do mundo nos últimos 80 anos. Ele pareceu bastante empolgado em rever seus escritos e dispôs-se a colocá-los ao alcance do público em geral, da mesma maneira como, em sua época, publicava nos jornais da capital paranaense e cercanias, contando com meu auxílio para lidar com as novas ferramentas que nossos tempos oferecem.

Convido-os a visitar
onde serão disponibilizados os textos de meu bisavô na ortografia (ou seria orthographia?) original, e futuramente, uma compilação adaptada.