• Histórias Estranhas
  • A Quarta Dimensão
  • Adolpho Werneck - Vida e Obra
  • Arquivos de Guerra

20 de setembro de 2010

Os Beatles e o Tempo

O lendário Quarteto de Liverpool formado por John Lennon (1940-1980), Paul McCartney (1942-), George Harrison (1943-2001) e Ringo Starr (1940-) fez por merecer sua posição honrosa na história da música, graças à influência pervasiva sobre os que se seguiram, constituindo um verdadeiro marco da cultura moderna.

Esta é uma lista de canções da banda que trazem alusão ou referência relacionada ao Tempo, com comentários.

With The Beatles, 1963
  • It Won't Be Long ("Não Vai Demorar"). A espera melancólica e diuturna pelo amor na primeira música original gravada para o álbum, e também sua primeira faixa.
 Beatles For Sale, 1964
  • Eight Days a Week ("Oito Dias por Semana"). "Não tenho nada além de amor, nenê, oito dias por semana".
  • I'll Follow The Sun ("Eu Seguirei o Sol"). Um ultimato de um homem para a mulher que não lhe dá valor. "Um dia você vai olhar e ver que fui embora, porque amanhã pode chover, então eu seguirei o sol".
 Help!, 1965
  • The Night Before ("A Noite Anterior"). "O amor estava nos seus olhos, ah, na noite anterior. Mas hoje eu descubro que você mudou de ideia. Trate-me como tratou na noite anterior."
  • Yesterday ("Ontem"). "De repente eu não sou metade do homem que costumava ser, há uma sombra pairando sobre mim. Oh, ontem veio tão repentinamente."
Revolver, 1966
  • For No One ("Para Ninguém"). Um poderoso comentário sobre a decadência de uma relação amorosa, "um amor que deveria ter durado anos".
  • Good Day Sunshine ("Bom Dia Brilho do Sol"). Uma calorosa e alegre recepção ao dia.
  • Tomorrow Never Knows ("Amanhã Nunca Sabe"). Um experimento psicodélico que é tanto uma ode de desapego ao tempo como um experimento em compassos misturados em um só som.
Rubber Soul, 1966
  • What Goes On ("O Que Acontece"). "Eu encontrei você pela manhã esperando pelas marés do tempo, mas agora a maré está mudando, posso ver que estava cego."
 Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, 1967
  • A Day in the Life ("Um Dia na Vida"). Os trechos de Lennon são inspirados em artigos de jornais, enquanto os de McCartney são memórias de sua juventude. 
  • Getting Better ("Ficando Melhor"). Um diálogo contrastante entre as tristes confissões sobre o passado e o desejo otimista por um futuro melhor.
  • Good Morning Good Morning ("Bom Dia Bom Dia"). Um dia na vida de alguém acostumado a uma rotina disfuncional diária.
  • She's Leaving Home ("Ela Está Saindo de Casa"). Um lamento dos pais sobre a filha que foge de casa é também um comentário sobre os interesses descobertos por uma jovem que não é mais criança.
  • When I'm Sixty-Four ("Quando Eu Tiver Sessenta e Quatro"). Uma canção sobre envelhecer junto com a pessoa amada, trilha do Mar do Tempo no filme "O Submarino Amarelo" (1968).
Magical Mystery Tour, 1967
  • Blue Jay Way. A psicodelia que evoca a espera interminável foi composta enquanto Harrison esperava por um amigo que se atrasou.
  • The Fool on the Hill ("O Tolo na Colina"). "O tolo na colina vê o sol se pôr e os olhos na sua cabeça veem o mundo girar". Segundo McCartney, uma canção sobre "alguém como Maharishi", um dos gurus da banda.
The Beatles ou White Album, 1968
  • Birthday ("Aniversário"). A canção de aniversário é a única do álbum em que Lennon e McCartney compartilham o vocal principal.
  • Don't Pass Me By ("Não Me Deixe de Lado"). "Ouço o relógio tiquetaquear no parapeito da lareira, vejo os ponteiros se moverem, mas estou sozinho". A angústia da potencial rejeição amorosa na primeira composição de Ringo, cantada por ele. 
  • Good Night ("Boa Noite"). "Agora o sol desliga sua luz, boa noite, durma bem".
  • Helter Skelter. Segundo McCartney, ele quis conectar a ascensão e queda do Império Romano a um escorregador circular de parques de diversão de mesmo nome que a música.
Abbey Road, 1969
  • Here Comes The Sun ("Aí Vem o Sol"). Harrison escreveu a música quando fugiu dos negócios enfadonhos da Apple e de problemas de sua vida para a casa de Eric Clapton.

0 comentários:

Comente...