• Histórias Estranhas
  • A Quarta Dimensão
  • Adolpho Werneck - Vida e Obra
  • Arquivos de Guerra

21 de junho de 2010

Mestres do Tempo: H. G. Wells

O escritor e historiador inglês Herbert George Wells (1866-1946) é um dos pais da ficção científica, tendo escrito sobre temas diversos como invasões alienígenas, viagens espaciais, experimentos bizarros químicos e físicos resultando em animais gigantes ou transformados em homens, invisibilidade e antigravidade. E sobre o tempo, não apenas com uma magistral obra sobre viagem no tempo, mas também com estórias futuristas, antecipando - alguns chegam a dizer profetizando - ocorrências futuras, realidades paralelas, utopias e distopias e contato entre épocas diferentes.

Não bastando sua contribuição imortal para a literatura, Wells era um acadêmico capaz. Curiosamente, estudou biologia com Thomas Henry Huxley (1825-1895), avô de Aldous Huxley (1894-1963), escritor de "Admirável Mundo Novo" e, graduado em Zoologia, posteriormente tornou-se professor, estando entre seus alunos Alan Alexander Milne (1882-1956), criador de Winnie-the-Pooh - conhecido no Brasil como "Ursinho Puff". 

Escreveu obras sobre jogos de miniaturas, principalmente Floor Games (1911) e Little Wars (1913). Descontente com a qualidade de obras de história após a Primeira Guerra Mundial, produziu um texto histórico monumental intitulado "O Contorno da História" (The Outline of History, 1919), pelo qual seria lembrado se não fosse sua produção literária. A obra foi popularizada em uma versão menor chamada "Uma Pequena História do Mundo" (A Short History of the World, 1922), ambas sendo publicadas até hoje. A visão política de Wells era declaradamente socialista, com ideias deste caráter propagando-se por toda a sua obra. Defendia uma organização política mundial, cuja instituição julgava inevitável, mas posicionou-se contra o modelo marxista.

Segue um resumo cronológico de obras de H. G. Wells que tratam do tempo. A lista não pretende ser exaustiva, mas tratar dos principais textos deste mestre do tempo. Tentarei não revelar os desfechos das estórias, a fim de não estragar surpresas de potenciais leitores.
  • Os Argonautas Crônicos (The Chronic Argonauts, 1888). O Dr. Moses Nebogipfel toma residência em uma casa abandonada da cidade galesa de Llyddwdd. O Reverendo Elijah Ulysses Cook simpatiza com ele, mas o resto da cidade suspeita de bruxaria e invadem sua oficina, mas o Doutor e o Reverendo desaparecem. Três semanas depois, o Reverendo ressurge e conta o que aconteceu neste período, revelando como escaparam e a natureza "anacrônica" do Dr. Moses.
  • A Máquina do Tempo (The Time Machine, 1895). Um inventor inglês cria uma máquina com a qual consegue viajar na dimensão do tempo , tornando-se o Viajante do Tempo. Ele viaja até o ano 802.701, onde ele encontra os Eloi, raça de criaturas semelhantes a crianças andróginas que vivem sem trabalhar graças à tecnologia. Procurando retornar descobre que sua máquina foi roubada pelos Morlocks, outra raça formada por brutos simiescos e fotófobos. O Viajante alcança uma conclusão sobre as raças, recupera sua máquina e viaja ainda mais para o futuro, vendo os últimos habitantes da Terra e o fim do planeta.
  • A Estrela (The Star, 1897). Notícias de um corpo celeste luminoso no céu vão se tornando cada vez mais alarmantes, até ser revelado que se trata de uma estrela. Em sua rota a estrela consome primeiro Netuno, depois Júpiter. Um matemático revela que a estrela vai se aproximar ou mesmo colidir com a Terra. A luminosidade e calor crescem, eliminando as noites e o inverno, depois derretendo o gelo em toda a Terra. A estrela se aproxima mais causando ocorrências cataclísmicas no planeta, com consequências drásticas apreciadas por observadores inusitados.
  • Uma Estória da Idade da Pedra (A Story of the Stone Age, 1897). Na Idade da Pedra, homens e animais tinham nomes e falavam. Ugh-lomi, um homem das cavernas, é exilado por matar Uya, o líder da tribo. Sozinho, ele descobre que ao atar uma pedra a um galho, ele cria uma arma. Inventor e detentor do primeiro machado, ele retorna para sua tribo, com o propósito de tornar-se o novo líder.
  • Uma Estória dos Dias Iminentes (A Story of the Days to Come, 1897). Um rico senhor contrata um hipnotizador para fazer a filha escolher um pretendente melhor do que o homem pobre pelo qual está apaixonada. O casal descobre o plano e foge para o campo, mas logo retornam para a cidade, tentando manter um bom estilo de vida até acabarem as economias. Então acabam no submundo de uma Londres futurista como trabalhadores braçais, situação que só se descomplica com uma ajuda inesperada. 
  
Capa de "Contos de Espaço e Tempo" (1899), que publicou as três estórias acima.
  • O Dormente Desperta (The Sleeper Awakes, 1899 e 1910). O insone inglês Graham entra em um transe em 1897, despertando em 2100. Seu despertar gera comoção e ele é levado ao Conselho Branco, que revela que o dinheiro de Graham foi investido ao longo do tempo a ponto de estabelecer uma nova ordem política e econômica mundial, sendo ele por direito o proprietário e mestre do mundo. Ele é libertado por agentes de Ostrog, um líder rebelde, cujas reais intenções descobre depois.
  • Os Encouraçados de Terra (The Land Ironclads, 1903). Um tenente numa trincheira, em um momento de calmaria, diz a um correspondente de guerra que seu povo irá vencer por estarem mais acostumados a atirar e cavalgar, enquanto seus inimigos são civilizados demais. Todavia, irrompem no campo de batalha uma dúzia de veículos blindados e armados que capturam o exército inimigo inteiro. A estória conclui com as considerações dos capturados ao verem seus captores saindo dos veículos.
  • O Novo Acelerador (The New Accelerator, 1907). Um usuário do novo estimulante do Professor Gibberne descreve seus efeitos - positivos e negativos.
  • A Guerra no Ar (The War in the Air, 1908). Uma guerra começa pelo domínio dos céus, quando a agressiva Alemanha revela forças aéreas e a situação escala ao redor do globo. O protagonista Bert Smallways cai no balão de ar quente de Alfred Butteridge, o aviador inglês detentor do segredo das máqunas voadoras. O balão cai e Bert é capturado pelos alemães que pensam que ele é Alfred. Seu disfarce cai e ele testemunha a "Batalha do Atlântico Norte" e o bombardeio de Nova Iorque. Bert depois retorna para suas terras natais devastadas, e a história termina avançando para o futuro e mostrando o que restou da civilização.
  • Os Primeiros Homens na Lua (The First Men in the Moon, 1910). O negociante Sr. Bedford descobre que o cientista Dr. Cavor produziu um material chamado de cavorita, com propriedades antigravitacionais. Eles constróem uma espaçonave esférica com a qual viajam para a Lua. Lá, a superfície congelada derrete e plantas crescem rapidamente até se tornarem uma selva. Eles ficam com fome e ingerem um fungo que os deixam intoxicados, e são capturados por homens-inseto chamados Selenitas. Recuperam-se e fogem, mas Cavor fica para trás e é recapturado, enquanto Bedford escapa e conta a história, com contribuições inesperadas de seu colega.
  • Homens Como Deuses (Men Like Gods, 1923). Sr. Barnstaple, jornalista de "O Liberal", é parte de um grupo que num acidente são transportados para o mundo de Utopia. No passado, chamado de "Dias de Confusão", Utopia foi como a Terra, mas havia se tornado um mundo avançado com um governo mundial socialista, e uma ciência avançada que eliminou a nocividade da natureza. Assim que Barnstaple começa a afeiçoar-se ao mundo, os utopianos adoecem e os visitantes são determinados como a causa. Os terráqueos são presos e a fuga de Barnstaple é a resolução da estória.
  • O Sonho (The Dream, 1924). Sarnac, habitante de uma utopia 2000 anos no futuro, visita um sítio arqueológico onde ocorreu uma tragédia no passado. Ponderando sobre o homem antes da "iluminação", Sarnac dorme e sonha a vida inteira de Harry Mortimer Smith, da infância até sua morte após a Primeira Guerra Mundial.
  • A Estranha Estória do Jornal de Brownlow (The Queer Story of Brownlow's Newspaper, 1932). Em 1931, Brownlow recebe um jornal datado de 10 de novembro de 1971, e vai descobrindo os avanços e maravilhas que o futuro reserva enquanto lê as notícias de 40 anos no futuro.
  • A Forma das Coisas Iminentes (The Shape of Things to Come, 1933). O Dr. Philip Raven descreve sonhos proféticos sobre fatos de 1933 até 2106. Uma Segunda Guerra Mundial começa em 1940 e termina com o colapso das nações envolvidas e uma praga que aniquila grande parte da humanidade em 1956. A civilização decai mas é recuperada pela "Ditadura do Ar", formada pelos detentores dos sistemas de transporte, principalmente aeronaves, que são entusiastas da ciência e estabelecem um governo mundial. Um século depois, a Ditadura é derrubada, sinais de autoridade desaparecem e surge uma nova sociedade utópica.

0 comentários:

Comente...